Dica de Escrita

A ortografia do PORQUÊ

Em língua portuguesa, temos 4 ortografias diferentes para o porquê. São elas POR QUE - PORQUE - POR QUÊ - PORQUÊ.

Muita gente aprender que o POR QUE separado e sem acento é para perguntas, enquanto o PORQUE junto e sem acento é para respostas. Por exemplo:

- Por que você está estudando português?
- Porque eu acho muito importante.

Ocorre que isso é meia verdade. O "por que" separado equivale ao "why" do inglês. Em português, é a preposição "por" + a conjunção "que", daí o motivo de ser separado. Note que a pergunta acima poderia ser "Por onde você está estudando?" ou "Por quem você está estudando?".

Já o "porque" junto equivale ao "because" do inglês, sendo uma conjunção explicativa. Dessa forma, imagine a seguinte pergunta: "Ela foi na festa porque quis ou porque você mandou?". Note que ambas as vezes a palavra é grafada junto, pois são conjunções explicativas, impossíveis de separar ou modificar o "que".

Claro que na maioria das vezes o "por que" nas perguntas irá aparecer separado, mas isso é mais consequência do que causa. Tanto que é comum o "por que" separado em frases afirmativas, como na célebre canção de Tim Maia: "não sei por que você se foi / quantas saudades eu senti".

Uma forma de saber se o "por que" na frase afirmativa deve ser separado é substituir por "o motivo pelo qual". Assim:

"Não sei por que você se foi." = não sei o motivo pelo qual você se foi

Já o POR QUÊ separado e com acento é usado em perguntas quando o "quê" estiver encostado no ponto de interrogação. Por exemplo: - Não vou na festa, por quê? Por fim, o PORQUÊ junto e com acento é usado quando o termo é substantivado. Neste caso, ele pode inclusive ir para o plural. Assim: - Não sei o porquê disso tudo; não entendo os porquês da vida. Observe que antes do termo há um artigo marcando a transformação do termo em um substantivo.

Marcelo Spalding
11/05/2021

 

 

Site desenvolvido por metamorfose agência digital

DEPOIMENTOS

"Fiquei muito satisfeito com o conteúdo da Oficina. Minha experiência com escrita, agora vejo com maior clareza, era inteiramente prática ou intuitiva e, certamente, passível de ser substancialmente melhorada. Gostei muito da orientação obtida através da Oficina e, em particular, da tua avaliação do material dos desafios."

Décio Oliveira Elias,
Rio de Janeiro, RJ

mais depoimentos

 

Para Oficina de Criação Literária

 

 

 

curso desenvolvido pela