Releitura de obra: um ato de coragem

Cláudia de Villar

Uma releitura de qualquer rabisco que seja é um ato de coragem. Chega-se a esta conclusão, pois qualquer indivíduo “rabiscador” sabe o quanto do emocional foi transferido para aquele primeiro rabisco. Ao pegar um papel ou estar em frente de uma tela em branco o ser, desprovido de amarras, cerimônias e sanções comportamentais despeja toda a sua alma naquelas lindas páginas em branco. O termo é este mesmo: despeja, pois na ânsia de “se livrar” de toda bagagem emocional a criatura despeja palavras, frases, vírgulas e parágrafos. E a consequência inevitável? A releitura dos tais rabiscos.

Reler é muito mais do que ler outra vez. Ler outra vez é um ato mecânico aprendido nas escolas infantis. Ler novamente é passar os olhos e traduzir códigos em sons compreensíveis e decifráveis. Entretanto, reler uma obra recém-escrita é ficar cara a cara com suas excentricidades, suas vontades, seus sonhos, seus medos e seu egoísmo literário: “a obra é minha e eu falo o que eu quiser da forma que eu quiser e pronto!”.

Calma aí, senhor escritor! Há que se tenha mais do que paciência e força de vontade. Há que se ter coragem para enfrentar a si mesmo. Como se os tais rabiscos se transformassem num espelho, naquele momento é necessário olhar para si e procurar as pequenas marcas de expressões que foram surgindo com o tempo. Aquelas marcas que se formaram por tanto repetir as mesmas caretas, as mesmas palavras. Há que procurar pelas manchas causadas pelo sol e pelos mesmos repetidos modos de se dizer coisas iguais ou diferentes. Faz-se necessário ter olhos bem abertos para enxergar tudo o que o espelho quer mostrar. E haja coragem para abrir os olhos e ver o que o coração faz questão de não olhar.

Portanto, releitura é arregalar os olhos, rasgar o coração, atravessar a ponte do EU e aproximar-se do leitor. Releitura é ler com os olhos do outro, é desprender-se dos gostos pessoais, hábitos e censuras. Reler é reVer conceitos e viajar pela possibilidade do e se...” .

 

Comentários:

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "540312" no campo ao lado.
 
  

 

Voltar
Site desenvolvido por metamorfose agência digital

DEPOIMENTOS

"Fiquei muito satisfeito com o conteúdo da Oficina. Minha experiência com escrita, agora vejo com maior clareza, era inteiramente prática ou intuitiva e, certamente, passível de ser substancialmente melhorada. Gostei muito da orientação obtida através da Oficina e, em particular, da tua avaliação do material dos desafios."

Décio Oliveira Elias,
Rio de Janeiro, RJ

mais depoimentos

 

Para Oficina de Criação Literária

 

 

 

curso desenvolvido pela