Ainda os pecados?

Marta Leiria

Um dos conferencistas desta edição do Fronteiras do Pensamento, voltada à reflexão sobre os sentidos da vida, é Luc Ferry, defensor do Humanismo Secular – visão de mundo contraposta à religião, compromissada com o uso da razão crítica no lugar da fé. No livro “Aprender a viver”, o filósofo francês mostra que o principal objetivo das escolas da Antiguidade grega já era o de superar a banalidade da vida cotidiana. Faz a ponte entre a filosofia e o cristianismo. Se a pólis grega admitia a escravidão, a religião cristã inovou ao trazer a noção de que os homens se igualam em dignidade, ideia da qual universo democrático será em parte, herdeiro. Outra boa-nova cristã: a ressurreição.

Vieram novas correntes filosóficas, religiões, crenças. Não abandonamos a busca do sentido da vida – com ou sem Deus. Em Estados laicos, ainda cabe estudar os pecados postos nos Evangelhos? Em instigante curso on-line – “Pecados, uma anatomia da alma” – o filósofo Luiz Felipe Pondé demonstra que tal estudo é, sim, pertinente. Tenhamos ou não fé. Aborda o conceito de pecado, que veio da tradição bíblica e se transformou em uma chave de análise do comportamento humano. Da idade média, até hoje.

Se aceitávamos o sofrimento terreno aguardando o paraíso no céu, a dúvida acerca da ressurreição nos leva a querer viver bem o maior tempo possível por aqui mesmo. Botamos fé na ciência para nos livrar da morte. O pecado da vaidade nos cega ao acreditarmos que tudo podemos. Basta o pensamento positivo, garantem os novos gurus. A inveja, que de santa não tem nada, aponta, o tempo inteiro, gente mais talentosa, mais bonita, mais rica, e, para completar, mais humilde do que nós. Então, quais as virtudes capazes de duelar com nossa natureza imperfeita? É preciso valorizar e investir na Filosofia. Refletir sobre os pecados pode nos ajudar na busca do tão almejado sentido da vida. Especialmente neste mundo contemporâneo que tenta negar, a todo custo, a fragilidade da condição humana.

 

Comentários:

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "145302" no campo ao lado.
 
  

 

Voltar
Site desenvolvido por metamorfose agência digital

DEPOIMENTOS

"Fiquei muito satisfeito com o conteúdo da Oficina. Minha experiência com escrita, agora vejo com maior clareza, era inteiramente prática ou intuitiva e, certamente, passível de ser substancialmente melhorada. Gostei muito da orientação obtida através da Oficina e, em particular, da tua avaliação do material dos desafios."

Décio Oliveira Elias,
Rio de Janeiro, RJ

mais depoimentos

 

Para Oficina de Criação Literária

 

 

 

curso desenvolvido pela