O que nos empurra a viver

André Rodrigues da Silva

Ao digitar no Google a palavra “escândalo”, encontramos as seguintes definições : 1. fato ou acontecimento que contraria e ofende sentimentos, crenças ou convenções morais, sociais ou religiosa estabelecidas. 1.2. indignação, perplexidade ou sentimento de revolta provocados por ato que viola convenções morais e regras de decoro. Ou seja, é uma palavra bastante polêmica.

O poeta Affonso Romano Sant’Anna, em seu livro “A vida é um escândalo” (Rocco,2017), revestiu seus poemas com um verniz de crônica. Digo isso pelo fato dele ser um astuto observador da sociedade. São poemas que embora estejam em versos, carregam a escrita em prosa e muito bem detalhada.

Mais do que gerar sentimentos, Sant’Anna nos provoca, empurrando-nos a olhar o Brasil e a cidade do Rio de Janeiro não com os braços abertos e acolhedores do Cristo Redentor, mas com um insulamento e determinismo característico de uma lagoa, como a Rodrigo de Freitas, que mesmo sendo conhecida como o “coração da cidade”, recebe diariamente as suas excreções: complexas e repletas de problemas.

Embora alguns poemas tenham sido escritos desde uma cobertura em Ipanema, Affonso Romano não nos deixa nenhum teto e proteção, nem tampouco uma vista agradável e edílica. Muito pelo contrário, revela-nos um cotidiano de alguém que já não sorri para qualquer coisa. Mas nem por isso podemos pensá-lo como um “muro das lamentações”, embora haja versos tão polissêmicos quanto salmos, não de uma Bíblica, Alcorão ou Tora, mas de um livro de memórias de quem viveu muito e acredita que tem algo a nos contar.

A poesia tem dessas coisas. Ela é precisão, potência e ressignificação. Affonso Romano Sant’Anna é ironia, chamamento e indagação. Esse “respiro” para a leitura, perante a clausura do nosso dia a dia, muitas vezes é o que nos empurra a viver. Alucinado, eu? Não. Apenas fui tocado, e desejo-lhe, caro leitor ou leitora, que aceite essa minha provocação como um convite. A vida é um escândalo!


André Rodrigues da Silva é Gerente de Patrimônio e Memória na Secretaria Municipal de Cultura de Ourinhos (SMC), Licenciado em História (UNESP) e Especialista em Gestão Pública Municipal (UEPG) e Gestão Cultural: cultura, desenvolvimento e mercado (SENAC-SP).

 

Comentários:

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "070909" no campo ao lado.
 
  

 

Voltar
Site desenvolvido por metamorfose agência digital

DEPOIMENTOS

"Fiquei muito satisfeito com o conteúdo da Oficina. Minha experiência com escrita, agora vejo com maior clareza, era inteiramente prática ou intuitiva e, certamente, passível de ser substancialmente melhorada. Gostei muito da orientação obtida através da Oficina e, em particular, da tua avaliação do material dos desafios."

Décio Oliveira Elias,
Rio de Janeiro, RJ

mais depoimentos

 

Para Oficina de Criação Literária

 

 

 

curso desenvolvido pela